SBOT-SP inicia articulação pela Frente Parlamentar da Medicina

A saúde no Brasil vive um caos desde muito antes da pandemia do Covid-19. Infelizmente, políticas populistas, que comprovadamente não trazem uma solução efetiva para os problemas, acabam elegendo o médico como o grande vilão. Nossa autonomia, nossas condições de trabalho e até nossas prerrogativas profissionais são constantemente atacadas.

Associações médicas, sociedades de especialidades, federações e sindicatos médicos devem se conscientizar que as leis e políticas na área de saúde são discutidas e aprovadas no Congresso Nacional. Com esse entendimento, a SBOT, em conjunto com outras sociedades e associações, propuseram-se a apoiar a formação de uma Frente Parlamentar da Medicina, que seria suprapartidária e congregaria parlamentares de vários estados em prol de um bem comum e maior: a verdadeira defesa da medicina no Brasil.

A Frente Parlamentar não seria formada exclusivamente por profissionais médicos, mas de todos aqueles engajados e verdadeiramente compromissados no Congresso e junto à sociedade. Deve atuar de forma coesa quanto aos anseios da classe médica, de uma assistência digna e de qualidade, tanto no âmbito do SUS, quanto na Saúde Suplementar. Temos um sistema de saúde que não evolui no ritmo adequado para se adaptar às crescentes demandas.

A SBOT-SP está, desde já, prospectando candidatos às eleições legislativas de 2022 que se disponham a integrar esta Frente Parlamentar e assinar um termo de compromisso com as pautas das entidades médicas.

O engajamento de toda a classe médica será necessário para alcançarmos nosso objetivo. Sem representação parlamentar, teremos dificuldades em aprovar projetos do nosso interesse ou barrar leis que nos prejudiquem.
SBOT – Vale Ser

Open chat