SBOT lança campanha “Bicicleta Segura”

A Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia aproveita o Dia do Ciclista, comemorado a 19 de agosto, para alertar a população sobre os cuidados que os ciclistas precisam ter ao transitar nas ruas, ao lado dos carros. Com o mote “Bicicleta Segura”, a campanha da SBOT tem como objetivo reduzir o número de mortes de ciclistas – 500 anuais no Brasil – e os acidentes que, mesmo quando não causam sequelas ou demandam amputações, exigem longo tratamento para a recuperação do paciente.

O diretor de Campanhas da SBOT, ortopedista Francisco Nogueira, explica que os médicos incentivam o ciclismo, que tem inúmeras vantagens. “Além de ser ecologicamente correto é importante na prevenção da osteoporose, condiciona o organismo e principalmente o coração e ajuda o controle do peso”, diz ele, que ressalta “ser muito difícil de encontrar um ciclista obeso”.

A prática deve ser feita sempre com a necessária segurança, acrescenta ele, com capacete e sinalização na roupa e na bicicleta. É que não basta o ciclista ser cuidadoso, lembra o médico, pois muitos acidentes são causados por motoristas de automóvel alcoolizados, por isso a necessidade de que a bicicleta seja bastante visível.

Mas a falta de cuidados por parte do ciclista também é causa de acidentes graves, acrescenta o diretor de Comunicações da SBOT, ortopedista Carlos Vassalo que, apenas em Minas Gerais, tem registro de três casos de amputação do dedão de crianças devido a acidentes com bicicleta. “Crianças na garupa de bicicleta e usando sandália de dedo ou descalças correm o risco de prender o pé no aro ou nas engrenagens da marcha” e o dano é tão grande que por vezes o dedo precisa ser amputado, diz o especialista.

Francisco Nogueira diz que São Paulo, um dos raros Estados que tem estatísticas sobre acidentes com bicicletas, divulgou levantamento da Companhia de Engenharia de Tráfego que indicam 48 mortes anuais e, o pior, o número se mantém estável nos últimos anos.

Siga as dicas da SBOT e vá em frente: 

• Respeite as leis de trânsito e pedale com atenção e cuidado;

• Não circule nas calçadas. Respeite o espaço do pedestre;

• Quando não tiver ciclovia, circule pelo lado direito da via, no sentido dos veículos;

• Cuidado ao passar por carros estacionados;

• Sinalize através dos gestos manuais a sua intenção antes de executar as manobras;

• Respeite a sinalização. Você também faz parte do trânsito.

Open chat